segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

BENTO XVI PROMULGA BEATIFICAÇÃO DE IRMÃ DULCE


OSID
Irmã Dulce com crianças atendidas pelas Obras Sociais
Com o reconhecimento do milagre atribuído à intercessão da Venerável Serva de Deus Dulce, o Papa Bento XVI promulgou o decreto para a beatificação da freira baiana, nesta sexta-feira, 10.
Este foi o último estágio do processo de beatificação iniciado em 2000. A autorização foi dada pelo Pontífice ao prefeito da Congregação para as Causas dos Santos, Cardeal Angelo Amato, em audiência privada no Vaticano.

“É uma alegria saber que com tranquilidade a Igreja reconheceu o seu milagre, presença do amor de Deus, e assim pode seguir para o processo de canonização. Reconhecimento oficial da santidade de Irmã Dulce”, destacou o presidente da Cáritas Brasil e Bispo de Jales (SP), Dom Luiz Demétrio Valentini.

Bem aventurada Dulce dos Pobres: assim já pode ser chamada a freira baiana que dedicou a sua vida para servir os mais necessitados e marginalizados.
Para a superintendente das Obras Sociais Irmã Dulce e vice-postuladora da causa, Maria Rita Pontes, a beatificação “vai fortalecer ainda mais o carisma de Irmã Dulce e a espiritualidade e missão da Osid [Obras Sociais Irmã Dulce]”.

Reconhecimento de um verdadeiro milagre

Em abril de 2009, foram reconhecidas suas virtudes heróicas e ela foi declarada Venerável pelo Vaticano. Em junho de 2010, 
seu corpo foi exumado e transferido junto às suas relíquias
, últimos atos antes da beatificação. 

A graça obtida pela intercessão de Irmã Dulce, em 2003, foi examinada primeiramente no Brasil e reconhecida pelos peritos médicos como um caso que não pôde ser explicado pelos meios da ciência. 

Os peritos e os cardeais da Congregação para as Causas dos Santos foram unânimes no reconhecimento deste milagre, constando que se tratava de um caso extraordinário de cura, esclarece o Arcebispo de Salvador, Dom Geraldo Majella. 

Segundo a arquidiocese, a cerimônia de beatificação deverá acontecer no primeiro semestre de 2011. 

Dom Geraldo esclarece que foram notificadas muitas graças obtidas pela interseção da religiosa e esses testemunhos continuam sendo examinados para o encaminhamento do processo de canonização.

Deus é caridade

Os caminhos de Deus são os caminhos da caridade. Acreditando nisso, Dom Demétrio salienta que o exemplo de vida de Irmã Dulce, deve ser reconhecido e amplamente difundido, uma resposta aos anseios de uma sociedade corrompida pelo individualismo.

"Ela nos interpela e nos faz redescobrir a beleza do esquecimento de si próprio, da busca da própria glória para buscar o bem dos irmãos, a prática da caridade e ver no próximo a presença de Cristo”, enfatiza o presidente da Cáritas Brasil.

Uma "presença discreta" que com o tempo foi vista pelo povo baiano como "presença amorosa de Cristo", seguindo o mandamento precioso da caridade, devoção e entrega total. Por isso, Dom Demétrio acredita que desde já a Venerável Serva de Deus Dulce pode ser invocada como mais uma padroeira da Cáritas brasileira para que o exemplo dela possa fecundar em outras atitudes de caridade.


Assista ao documentário "Mãos carinhosas", sobre a vida e obra de Irmã Dulce.

domingo, 12 de dezembro de 2010

NOSSA SENHORA DE GUADALUPE

Nossa Senhora de GuadalupeNum sábado, no ano de 1531, a Virgem Santíssima apareceu a um indígena que, de seu lugarejo, caminhava para a cidade do México a fim de participar da catequese e da Santa Missa enquanto estava na colina de Tepeyac, perto da capital. Este índio convertido chamava-se Juan Diego (canonizado pelo Papa João Paulo II em 2002).

Nossa Senhora disse então a Juan Diego para que fosse até o Bispo, pedindo que naquele lugar fosse construído um santuário para a honra e glória de Deus.

O Bispo local, usando de prudência, pediu um sinal da Virgem ao indígena que, somente na terceira aparição, foi concedido. Foi quando Juan Diego estava indo buscar um sacerdote para o tio doente: "Escute, meu filho, não há nada que temer, não fique preocupado nem assustado; não tema esta doença, nem outro qualquer dissabor ou aflição. Não estou eu aqui, a seu lado? Eu sou a sua Mãe dadivosa. Acaso não o escolhi para mim e o tomei aos meus cuidados? Que deseja mais do que isto? Não permita que nada o aflija e o perturbe. Quanto à doença do seu tio, ela não é mortal. Eu lhe peço, acredite agora mesmo, porque ele já está curado. Filho querido, essas rosas são o sinal que você vai levar ao Bispo. Diga-lhe em meu nome que, nessas rosas, ele verá minha vontade e a cumprirá. Você é meu embaixador e merece a minha confiança. Quando chegar diante dele, desdobre a sua "tilma" (manto) e mostre-lhe o que carrega, porém, só em sua presença. Diga-lhe tudo o que viu e ouviu, nada omita..."

O Bispo viu não somente as rosas, mas o milagre da imagem de Nossa Senhora de Guadalupe, pintada prodigiosamente no manto do humilde indígena. Ele levou o manto com a imagem da Virgem para a capela, e ali, em meio às lágrimas, pediu perdão a Nossa Senhora. Era o dia 12 de dezembro de 1531.

Uma linda confirmação deu-se quando Juan Diego fora visitar o seu tio, que sadio narrou:"Eu também a vi. Ela veio a esta casa e falou a mim. Disse-me também que desejava a construção de um templo na colina de Tepeyac e que sua imagem seria chamada de 'Santa Maria de Guadalupe', embora não tenha explicado o porquê". Diante de tudo isso muitos se converteram e o Santuário foi construído.

O grande milagre de Nossa Senhora de Guadalupe é a sua própria imagem. O tecido, feito de cacto, não dura mais de 20 anos e este já dura há mais de quatro séculos e meio. Durante 16 anos, a tela esteve totalmente desprotegida, sendo que a imagem nunca foi retocada e até hoje os peritos em pintura e química não encontraram na tela nenhum sinal de corrupção.

No ano de 1971, alguns peritos inadvertidamente deixaram cair ácido nítrico sobre toda a pintura. Pois nem a força de um ácido tão corrosivo estragou ou manchou a imagem. Com a invenção e ampliação da fotografia descobriu-se que, assim como a figura das pessoas com as quais falamos se reflete em nossos olhos, da mesma forma a figura de Juan Diego, do Bispo e do intérprete se refletiu e ficou gravada nos olhos do quadro de Nossa Senhora. Cientistas americanos chegaram à conclusão de que estas três figuras estampadas nos olhos de Nossa Senhora não são pintura, mas imagens gravadas nos olhos de uma pessoa viva.

Disse o Papa Bento XIV, em 1754: "Nela tudo é milagroso: uma Imagem que provém de flores colhidas num terreno totalmente estéril, no qual só podem crescer espinheiros... uma Imagem estampada numa tela tão rala que através dela pode se enxergar o povo e a nave da Igreja... Deus não agiu assim com nenhuma outra nação".

Coroada em 1875 durante o Pontificado de Leão XIII, Nossa Senhora de Guadalupe foi declarada "Padroeira de toda a América" pelo Papa Pio XII a 12 de outubro de 1945.

No dia 27 de janeiro de 1979, durante sua viagem apostólica ao México, o Papa João Paulo II visitou o Santuário de Nossa Senhora de Guadalupe e consagrou à Mãe Santíssima toda a América Latina, da qual a Virgem de Guadalupe é Padroeira.

Nossa Senhora de Guadalupe, rogai por nós!

LITURGIA DIÁRIA


Evangelho (Mateus 11,2-11)

Domingo, 12 de Dezembro de 2010
3º Domingo do Advento



— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós!
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo, + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 2João estava na prisão. Quando ouviu falar das obras de Cristo, enviou-lhe alguns discípulos, 3para lhe perguntarem: “És tu aquele que há de vir ou devemos esperar um outro?”
4Jesus respondeu-lhes: “Ide contar a João o que estais ouvindo e vendo: 5os cegos recuperam a vista, os paralíticos andam, os leprosos são curados, os surdos ouvem, os mortos ressuscitam e os pobres são evangelizados. 6Feliz aquele que não se escandaliza por causa de mim!”
7Os discípulos de João partiram, e Jesus começou a falar às multidões sobre João: “O que fostes ver no deserto? Um caniço agitado pelo vento? 8O que fostes ver? Um homem vestido com roupas finas? Mas os que vestem roupas finas estão nos palácios dos reis.
9Então, o que fostes ver? Um profeta? Sim, eu vos afirmo, e alguém que é mais do que profeta. 10É dele que está escrito: ‘Eis que envio o meu mensageiro à tua frente; ele vai preparar o teu caminho diante de ti’. 11Em verdade vos digo, de todos os homens que já nasceram, nenhum é maior do que João Batista. No entanto, o menor no Reino dos Céus é maior do que ele”. 

- Palavra da Salvação. 
- Glória a vós, Senhor.

ALEGRAI-VOS NO SENHOR!

Alegremo-nos todos no Senhor, pois Ele está próximo! O Advento nos pede uma preparação digna, plena de motivações, para esse acontecimento tão significativo. A Palavra de Deus exorta-nos neste domingo a expressar nossa alegria, pois o Senhor está para chegar! “Alegra-te, cheia de graça, porque o Senhor está contigo” (Lc 1, 28), diz o Anjo a Maria. A causa da alegria na Virgem é a proximidade de Deus. João Batista, ainda no ventre de Isabel, saltará de alegria, ante a proximidade do Messias. A alegria é ter Jesus no coração, a tristeza é perdê-lo. Esta é a marca deste terceiro domingo do Advento.

Na liturgia deste domingo ainda contemplamos a figura de João Batista. No início do evangelho diz-se que este está preso. Podemos nos recordar qual o motivo desta prisão. “O rei Herodes, por ele repreendido por viver com a mulher de se irmão, lanço João na prisão” (Lc 3,18). O amor pela verdade levou João ao cárcere.

A atitude de João nos inquieta. Como alguém que desde o ventre de sua mãe encontra-se com o Messias; que proclama em alta voz “preparai o caminho do Senhor”; que batiza o próprio Jesus; que ouve a voz do Pai confirmando “este é meu Filho amado, escutai-O”, pode duvidar que Jesus seja mesmo aquele que devia vir? A resposta é que João é um homem que tem expectativas messiânicas próprias do seu povo. Basta ver em seus discursos a ênfase que dá à necessidade da conversão, a radicalidade com que fala que “a pá já está pronta, a árvore que não der bom fruto será cortada e lançada ao fogo”, que “a palha seca queimará no fogo que não tem fim”. O messianismo que João conhece não corresponde ao de Jesus. Este apresenta o reino do amor, do perdão aos inimigos, do lugar dos pobres em espírito, dos que promovem a paz. E que alegria poder contemplar esta verdade neste domingo. Alegria de poder confiar no Deus da misericórdia que quer salvar a todos.

A resposta que Jesus dá aos discípulos de João está na profecia de Isaías 61. Com certeza João reconhecerá nela os sinais que antecederiam a chegada do Messias. No elenco dos sinais vemos em último lugar “os pobres são evangelizados”. Com toda certeza o maior sinal do reino é um coração que acolhe Deus, um coração vazio das coisas deste mundo, mas, todo aberto à chegada do Messias. E este sinal ainda continua acontecendo na Igreja de Cristo. De modo particular no mistério da Eucaristia que hoje celebramos Cristo nos visita e nos alegra com sua presença.

A nossa atitude hoje deve estar apoiada na primeira leitura desta liturgia. Com Isaías somos chamados a anunciar a todos que “fortaleçam suas mãos enfraquecidas, firmem seus joelhos debilitados, criem ânimo, não tenham medo, pois é Deus que vem para nos salvar”. Voltemos para nossas casas entoando louvores, pois o Salvador veio nos visitar. E esta alegria deve estar estampada em nossos rostos para contagiar a todos os que estão à nossa volta.

Padre Donizete Heleno
Comunidade Canção Nova

sábado, 11 de dezembro de 2010

A FORÇA DA LUZ

Por: DOM PAULO MENDES PEIXOTO
BISPO DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO - SP
www.bispado.org.br 


O Advento, preparação para o Natal, é o tempo da luz. Durante os domingos vão sendo acesas as quatro velas da Coroa do Natal, representando Cristo, a Luz do mundo. É por isto que Isaías diz: “Deixemo-nos guiar pela luz do Senhor!” (Is 2, 5).

Quanto mais forte a luz, mais conseguimos enxergar o caminho, e mais autêntica será nossa adesão ao projeto trazido por Jesus Cristo. São valores fundamentais e eternos, que não passam, vividos na dimensão terrena, mas com esperança de eternidade.

É a luz da justiça, que tem uma força particular, porque ela é o próprio Cristo celebrado no Natal. Luz do despojamento, da fidelidade e da entrega total na construção do Reino de Deus. Luz do testemunho, da responsabilidade e da entrega livre e total na cruz.

Estamos no tempo dos ajustes interiores na vida pessoal. É momento de preparar o caminho, de superar a violência, as agressões à vida, o egoísmo, a corrupção, a discriminação, e tantas outras situações que impedem a claridade da luz.

Onde a luz consegue brilhar dificilmente acontecem injustiça, indiferença, desequilíbrio consumismo, indignidade, violência e exclusão. Ali passa a reinar a esperança, a coerência na vida de fé e na vivência dos valores que são próprios do evangelho.

A falta de luz no coração humano impede a solidariedade, o respeito à vida, a ação missionária, o cuidado para com a natureza e a responsabilidade na vida comunitária. Portanto, Advento é tempo de mudança e de recuperar os valores diuturnamente perdidos.

O caminho para a luz tem que ser sempre reconstruído. Temos muitas falhas e omissões, muitas atitudes e posturas inconvenientes, que prejudicam a nós mesmos e a toda a comunidade. Deixamos de ser luz uns para os outros e todos perdem com isto.

Os referenciais do mundo moderno são de diversos atores sociais e religiosos. Temos então uma sociedade cada vez mais plural e com tendência desintegradora. Não podemos fugir da atitude de clarear os passos que são dados, sendo luz na escuridão da vida.


sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

ARQUIDIOCESE RECEBE NOVOS PADRES




A Arquidiocese de Salvador receberá, no dia 18 de dezembro, mais cinco membros para o clero. Os diáconos Danilo Pinto dos Santos, Elton Santana dos Santos, José Franklin Silveira Costa, Milton Santos Pereira e Paulo Nunes irão receber o sacramento da Ordenação Sacerdotal em uma cerimônia na Catedral Basílica, às 9h, presidida pelo Cardeal Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Dom Geraldo Majella Agnelo. Além dos familiares e amigos, estarão presentes representantes do Seminário Central São João Maria Vianney, instituição na qual eles receberam sua formação religiosa. Todos são convidados a participar!

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

CONFRATERNIZAÇÃO DA PASTORAL FAMILIAR

CONFIRA AS FOTOS DA CONFRATERNIZAÇÃO DA PASTORAL FAMILIAR, QUE OCORREU ONTEM NO SITIO DE OSVALDO E CRISTINA.
COM CERTEZA FOI UM DIA MARAVILHOSO!











FILME APARECIDA - O MILAGRE

No dia 17 de dezembro estreia nos cinemas de todo o Brasil o filme “Aparecida – o Milagre”. A obra, dirigida por Tizuka Yamasaki, conta a história Marcos, um empresário agnóstico muito rico que vive brigando com seu filho Lucas por ele ter escolhido a carreira artística. Entretanto, o rapaz sofre um grave acidente e diante dessa situação, Marcos começa a rever seus valores e busca na crença a Santa Aparecida a solução para seus problemas.
No elenco estão artistas como Murilo Rosa, Maria Fernanda Candido, Bete Mendes, Leona Cavalli e Jonatas Faro. O roteiro foi escrito por Marco Schiavon, Carlos Gregório, Pedro Antônio e Paulo Halm e as filmagens ocorreram em São José dos Campos e em Aparecida. Foram seis semanas de gravação, com direito a cenas no Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida.  
 Assistam ao vídeo que mostra parte do filme

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

COMO MARIA, SOMOS CHAMADOS A NOS ABRIR AO ESPÍRITO, DIZ PAPA

Paula Dizaró / CN Roma
“Este também é o destino de todos: serem santos como nosso Pai, imaculados como Jesus
Recebido com uma chuva de pétalas de rosas e com grande carinho pelos milhares de fiéis na Praça da Espanha, em Roma, Itália, o Papa Bento XVI deu graças à Imaculada Conceição da Virgem Maria, destacando que como Ela todos são chamados a abrir-se a ação do Espírito Santo.

Junto ao povo reunido em torno a imagem da Imaculada Conceição, monumento histórico, todo circundado por flores, símbolo do amor e devoção do povo romano pela Mãe de Jesus, o Papa lembrou que o dom mais lindo que a Ela se pode oferecer é a oração, aquela sincera que está no íntimo, os pedidos e agradecimentos pessoais.

“É muito mais importante aquilo que recebemos de Maria do que aquilo que oferecemos a ela”, enfatizou o Papa, colocando-se  numa atitude de escuta.  “E o que nos diz Maria? Ela fala com a palavra de Deus que se fez carne no seu ventre. Sua mensagem não é outra que Jesus, Ele que é toda a sua vida. E graças a Ele e por Ele, Ela é imaculada. Como o Filho de Deus se fez homem por nós, Ela, mãe, foi preservada do pecado por todos nós, como uma antecipação da salvação de Deus para cada homem”, elucidou o Santo Padre.

Assim, salientou o Papa, Maria nos diz que somos todos chamados a abrir-nos a ação do Espírito Santo para poder alcançar nosso destino final: sermos imaculados plenamente e definitivamente, livres do mal.

“Isso Ela nos diz com sua própria santidade, com um olhar cheio de esperança e compaixão que invoca palavras como essas: Não tema, filho. Deus o ama pessoalmente, te chamou a existência. Para encher seu coração de vida, e por isso Ele veio ao seu encontro , se fez como você, se tornou Jesus,  homem em tudo parecido com você,  menos no pecado. Ele deu a si mesmo por você, até morrer na cruz”.

Para aqueles que se sentem sozinhos e abandonados, o Santo Padre recordou que o olhar Maria é como o olhar de Deus para nós. Dessa forma, ela nos abençoa e se comporta como nossa advogada. “Mesmo que todos falassem mal de nós, Ela, a mãe, falaria bem, porque o seu coração imaculado está sintonizado a misericórdia de Deus”, disse Bento XVI.

Maria vê a cidade não como um aglomerado humano, mas uma constelação onde Deus conhece a todos pelo nome, e chama cada um a resplandecer Sua luz.

A Mãe nos olha como Deus olhou para Ela. Pequena garota de nazaré, insignificante para o mundo, mas grande aos olhos do Senhor. “Ninguém melhor que Ela sabe que nada é impossível a Deus”, destacou o Papa.

Esta mensagem que recebemos de Maria é uma mensagem de confiança e esperança para todos. Uma mensagem composta não apenas por palavras, mas escrita com sua própria história. Ela que deu à luz ao Filho de Deus e compartilhou com Ele sua vida.

“Este também é o destino de todos: serem santos como nosso Pai, imaculados como Jesus, serem filhos amados, todos adotados para formar uma grande família, sem fronteiras de nacionalidade, de cor ou língua, porque um só é Deus, Pai de cada homem”, sublinhou o Santo Padre.

Por fim, o Papa agradeceu a Maria, Mãe Imaculada, por estar sempre presente, e pediu que Ela vigiasse todo o povo, confortando os doentes, encorajando os jovens e sustentando as famílias, infundindo a força para resistir ao mal e escolher o bem.

“Mesmo quando for difícil e custar comportar ir contra a corrente, dai-nos a alegria de sentirnos amados por Deus, abençoados por Ele, predestinados a sermos seus filhos. Dolcíssima Mãe nossa, rogai por nós”, pregou.

Assista celebração da Imaculada Conceição, presidida por Bento XVI





segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

IGREJA DA CONCEIÇÃO DA PRAIA VIRA SANTUÁRIO MARIANO

Neste ano, a festa de nossa senhora da Conceição, padroeira do estado da Bahia, ganha contorno especial para os fiéis da Arquidiocese de Salvador. A Basílica de Nossa Senhora da Conceição da Praia será elevada a Santuário Mariano Arquidiocesano. O Cardeal Arcebispo de Salvador, Dom Geraldo Majella Agnelo proclamará a novidade na missa solene das 8 horas, no dia 08 de dezembro, na Igreja de Nossa Senhora da Conceição da Praia, no bairro do Comércio. Com a elevação a santuário, a Igreja da Conceição da Praia torna-se um centro mariano de peregrinação e espaço propício para graças especiais. 


Conceição de Maria – A festa da Imaculada Conceição de Maria tornou-se obrigatória a toda a cristandade a partir de 1708, pelo papa Clemente XI, mas desde a origem do cristianismo Maria foi venerada pelos fiéis como a “Toda Santa”. A crença de que a mãe de Jesus havia sido concebida sem pecado, já povoava a mente e o coração do povo desde os primórdios do cristianismo, mas demorou alguns séculos para que isso fosse oficializado. Só no dia 08 de dezembro de 1854, o papa Pio IX proclamou como verdade de fé aquilo que o povo já afirmava: o dogma da Conceição de Maria.



Padroeira também de Portugal, a devoção a Nossa Senhora da Conceição foi difundida no Brasil pelos portugueses, no período Imperial. Antes mesmo de a Igreja proclamar o dogma da Imaculada, os espanhóis e portugueses já eram devotos a Nossa Senhora e, em suas conquistas além-mar, embarcaram também o amor pela Santa. Foi assim em todas as colônia portuguesas.



Tradicionalmente a Basílica de Nossa Senhora da Conceição da Praia, no bairro do Comércio é a mais procurada pelos baianos para renderem graça a padroeira do estado e a devoção se confunde com a história da cidade do Salvador. O primeiro governador geral Tomé de Sousa erigiu a primeira igreja em 1549. Houve três construções depois, até chegar a que é hoje. Em 1623, o templo é elevado à Matriz da Nova Freguesia de Nossa Senhora da Conceição da Praia e, em 1736, a Irmandade do Santíssimo Sacramento e Nossa Senhora da Conceição da Praia decide reedificá-lo Manoel Cardoso de Saldanha assina o projeto que veio de Portugal.


Localizada na região portuária, a igreja recebia quem chegava à cidade, estabelecendo-se pouco a pouco como um santuário. Em 1946, recebeu o título de Basílica Menor, devido à sua relevância. A pedido dos bispos da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil Regional Nordeste III, o Papa Paulo VI decretou em 1971 Nossa Senhora da Conceição da Praia a padroeira da Bahia.

domingo, 5 de dezembro de 2010

ADVENTO

ESTAMOS ENTRANDO DA SEGUNDA SEMANA DO ADVENTO, VAMOS NOS INFORMAR UM POUCO MAIS SOBRE ESSA DATA TÃO IMPORTANTE



O Ano Litúrgico começa com o Tempo do Advento; um tempo de preparação para a Festa do Natal de Jesus. Este foi o maior acontecimento da História: o Verbo se fez carne e habitou entre nós. Dignou-se a assumir a nossa humanidade, sem deixar de ser Deus. Esse acontecimento precisa ser preparado e celebrado a cada ano. Nessas quatro semanas de preparação, somos convidados a esperar Jesus que vem no Natal e que vem no final dos tempos.

Nas duas primeiras semanas do Advento, a liturgia nos convida a vigiar e esperar a vinda gloriosa do Salvador. Um dia, o Senhor voltará para colocar um fim na História humana, mas o nosso encontro com Ele também está marcado para logo após a morte.

Nas duas últimas semanas, lembrando a espera dos profetas e de Maria, nós nos preparamos mais especialmente para celebrar o nascimento de Jesus em Belém. Os Profetas anunciaram esse acontecimento com riqueza de detalhes: nascerá da tribo de Judá, em Belém, a cidade de Davi; seu Reino não terá fim... Maria O esperou com zelo materno e O preparou para a missão terrena.

Para nos ajudar nesta preparação usa-se a Coroa do Advento, composta por 4 velas nos seus cantos – presas aos ramos formando um círculo. A cada domingo acende-se uma delas. As velas representam as várias etapas da salvação. Começa-se no 1º Domingo, acendendo apenas uma vela e à medida que vão passando os domingos, vamos acendendo as outras velas, até chegar o 4º Domingo, quando todas devem estar acesas. As velas acesas simbolizam nossa fé, nossa alegria. Elas são acesas em honra do Deus que vem a nós. Deus, a grande Luz, "a Luz que ilumina todo homem que vem a este mundo", está para chegar, então, nós O esperamos com luzes, porque O amamos e também queremos ser, como Ele, Luz.

No lº Domingo, há o perdão oferecido a Adão e Eva. Eles morreram na terra, mas viverão em Deus por Jesus Cristo. Sendo Deus, Jesus fez-se filho de Adão para salvar o seu pai terreno. Meditando a chegada de Cristo, que veio no Natal e que vai voltar no final da História, devemos buscar o arrependimento dos nossos pecados e preparar o nosso coração para o encontro com o Senhor. Para isso, nada melhor que uma boa Confissão, bem feita. Até quando adiaremos a nossa profunda e sincera conversão para Deus?

No 2º Domingo, meditamos a fé dos Patriarcas. Eles acreditaram no dom da terra prometida. Pela fé, superaram todos os obstáculos e tomaram posse das Promessas de Deus. É uma oportunidade de meditarmos em nossa fé; nossa opção religiosa por Jesus Cristo; nosso amor e compromisso com a Santa Igreja Católica – instituída por Ele para levar a salvação a todos os homens de todos os tempos. Qual tem sido o meu papel e o meu lugar na Igreja? Tenho sido o missionário que Jesus espera de todo batizado para salvar o mundo?

No 3º Domingo, meditamos a alegria do rei Davi. Ele celebrou a aliança e sua perpetuidade. Davi é o rei imagem de Jesus, unificou o povo judeu sob seu reinado, como Cristo unificará o mundo todo sob seu comando. Cristo é Rei e veio para reinar; mas o seu Reino não é deste mundo; não se confunde com o “Reino do homem”; seu Reino começa neste mundo, mas se perpetua na eternidade, para onde devemos ter os olhos fixos, sem tirar os pés da terra.

No 4º Domingo, contemplamos o ensinamento dos Profetas: Eles anunciaram um Reino de paz e de justiça com a vinda do Messias. O Profeta Isaías apresenta o Senhor como o Deus Forte, o Conselheiro Admirável, o Príncipe da Paz. No seu Reino acabarão a guerra e o sofrimento; o boi comerá palha ao lado do leão; a criança de peito poderá colocar a mão na toca da serpente sem mal algum. É o Reino de Deus que o Menino nascido em Belém vem trazer: Reino de Paz, Verdade, Justiça, Liberdade, Amor e Santidade.

LITURGIA DIÁRIA


Evangelho (Mateus 3,1-12)

Domingo, 5 de Dezembro de 2010
2º Domingo do Advento

— O Senhor esteja convosco. 
— Ele está no meio de nós! 
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo, + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor!

1Naqueles dias, apareceu João Batista, pregando no deserto da Judeia: 2“Convertei-vos, porque o Reino dos Céus está próximo”.
3João foi anunciado pelo profeta Isaías, que disse: “Esta é a voz daquele que grita no deserto: preparai o caminho do Senhor, endireitai suas veredas!”
4João usava uma roupa feita de pêlos de camelo e um cinturão de couro em torno dos rins; comia gafanhotos e mel do campo.
5Os moradores de Jerusalém, de toda a Judeia e de todos os lugares em volta do rio Jordão vinham ao encontro de João. 6Confessavam seus pecados e João os batizava no rio Jordão. 7Quando viu muitos fariseus e saduceus vindo para o batismo, João disse-lhes: “Raça de cobras venenosas, quem vos ensinou a fugir da ira que vai chegar?8Produzi frutos que provem a vossa conversão. 9Não penseis que basta dizer: ‘Abraão é nosso pai’, porque eu vos digo: até mesmo destas pedras Deus pode fazer nascer filhos de Abraão.
10O machado já está na raiz das árvores, e toda árvore que não der bom fruto será cortada e jogada no fogo.
11Eu vos batizo com água para a conversão, mas aquele que vem depois de mim é mais forte do que eu. Eu nem sou digno de carregar suas sandálias. Ele vos batizará com o Espírito Santo e com fogo.
12Ele está com a pá na mão; ele vai limpar sua eira e recolher seu trigo no celeiro; mas a palha ele a queimará no fogo que não se apaga”.

- Palavra da Salvação. 
- Glória a vós, Senhor.

sábado, 4 de dezembro de 2010

OPA INICIA APRESENTAÇÕES DO AUTO DE NATAL


Já começaram as apresentações do Auto de Natal do Grupo Oração pela Arte (OPA). O enredo deste ano é intitulado “O Riso Franciscano” e conta a história de pessoas comuns que encontram um presépio e desconfiam que ele seja mágico. No decorrer da narrativa, coisas surpreendentes acontecem e eles atribuem os fatos a São Francisco de Assis, que acaba lhes concedendo o riso franciscano.
Há 16 anos, o OPA organiza um auto de natal e leva para diferentes paróquias, escolas, fundações, casas religiosas. Neste ano, cerca de 40 pessoas estão envolvidas com o projeto com o objetivo de, através da arte (teatro, música, dança), contemplar o nascimento do Menino Deus e refletir sobre a verdadeira festa de natal. Confira a  programação.
 PROGRAMAÇÃO
4 de dezembro
Casa do Monte Alverne – Brotas – 17h
7 de dezembro
Igreja do Vale dos Rios – Vale dos Rios – 19h30
9 de dezembro
Fundação Fernandes da Cunha – Campo Grande – 19h30
14 de dezembro
APAE – Pituba – 19h30
16 de dezembro
Teatro Módulo – Costa Azul – 20h30
17 de dezembro
Igreja Nossa Senhora da Luz – 19h30
18 de dezembro
Paróquia Cristo Libertador – Vila Canária – 17h
22 de dezembro
Café Primaz – Doroteas – Garcia – 19h30

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

SÃO FRANCISCO XAVIER




São Francisco XavierA Igreja que na sua essência é missionária, teve no século XV e XVI um grande impulso do Espírito Santo para evangelizar a América e o Oriente. No Oriente, São Francisco Xavier destacou-se com uma santidade que o levou a ousadia de fundar várias missões, a ponto de ser conhecido como "São Paulo do Oriente". Francisco nasceu no castelo de Xavier, na Espanha, a 7 de abril de 1506, sofreu com a guerra, onde aprendeu a nobreza e a valentia; com dezoito anos foi para Paris estudar, tornando-se doutor e professor.

Vaidoso e ambicioso, buscava a glória de si até conhecer Inácio de Loyola, com quem fez amizade; e que sempre repetia ao novo amigo: "Francisco, que adianta o homem ganhar o mundo inteiro se perder a sua alma?" Com o tempo, e intercessão de Inácio, o coração de Francisco foi cedendo ao amor de Jesus, até que entrou no verdadeiro processo de conversão; o resultado se vê no fato de ter se tornado cofundador da Companhia de Jesus. Já como Padre, e empenhado no caminho da santidade, São Francisco Xavier foi designado por Inácio a ir em missão para o Oriente. Na Índia, fez frutuoso trabalho de evangelização que abrangeu todas as classes e idades, ao avançar para o Japão, submeteu-se em aprender a língua e os seus costumes, a fim de anunciar um Cristo encarnado. Ambicionando a China para Cristo, pôs-se a caminho, mas em uma ilha frente a sua nova missão, veio a falecer por causa da forte febre e cansaço.

Esse grande santo missionário entrou no Céu com quarenta e seis anos, e percorreu grandes distâncias para anunciar o Evangelho, tanto assim que se colocássemos em uma linha suas viagens, daríamos três vezes a volta na Terra. São Francisco Xavier, com dez anos de apostolado, tornou-se merecidamente o Patrono Universal das Missões ao lado de Santa Teresinha do Menino Jesus.


São Francisco Xavier, rogai por nós!




segunda-feira, 29 de novembro de 2010

NOSSA SENHORA RAINHA DOS APÓSTOLOS


Relembra que a Virgem Maria foi mãe, mestra e rainha dos apóstolos, que lhe devotavam especial veneração.


Oração Nossa Senhora Rainha dos Apóstolos


Ó Maria, fostes escolhida por Deus
para ser a mãe de seu filho.
Fostes a primeira em dar Jesus ao mundo.
Vós vos tornastes a Rainha dos Apóstolos, 
porque permanecestes nocenáculo, em oração.

Juntamente com os discípulos de Jesus
Sois a mãe das vocações sacerdotais e religiosas, 
e de todos os leigos evangelizadores.

Maria, a messe é grande e poucos são os operários.
Muitos são os desafios dos tempois modernos!
Suscitai, na Igreja, santas e sábias vocações, 
para que evangelizem
com a mesma fé que vos levou a dizer sim a Deus 
e com o ardor de Paulo na entrega total de si mesmo.

Intercedei por todos os que, correspondendo ao chamado de Jesus, 
tornam-se missionários comunicadores do evangelho.
E que utilizem todos os meios de comunicação disponíveis, 
para chegar a todas as pessoas com a mensagem de Jesus: ”Vinde a mim todos”.

Maria, sede para todos os comunicadores da Palavra companheira, 
guia e proteção na caminhada rumo ao céu. Amém.

Pe. Tiago Alberione

domingo, 28 de novembro de 2010

LITURGIA DIÁRIA


Evangelho (Mateus 24,37- 44)

Domingo, 28 de Novembro de 2010
1º Domingo do Advento


— O Senhor esteja convosco! 
— Ele está no meio de nós!
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo, + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor!

Naquele tempo, Jesus disse aos seus discípulos: 37“A vinda do Filho do Homem será como no tempo de Noé. 38Pois nos dias, antes do dilúvio, todos comiam e bebiam, casavam-se e davam-se em casamento, até o dia em que Noé entrou na arca. 39E eles nada perceberam, até que veio o dilúvio e arrastou a todos. Assim acontecerá também na vinda do Filho do Homem.
40Dois homens estarão trabalhando no campo: um será levado e o outro será deixado.41Duas mulheres estarão moendo no moinho: uma será levada e a outra será deixada.
42Portanto, ficai atentos, porque não sabeis em que dia virá o Senhor.
43Compreendei bem isto: se o dono da casa soubesse a que horas viria o ladrão, certamente vigiaria e não deixaria que a sua casa fosse arrombada.
44Por isso, também vós ficai preparados! Porque, na hora em que menos pensais, o Filho do Homem virá”. 


 

- Palavra da Salvação. 
- Glória a vós, Senhor.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...